Como todo o mundo sabe, os alentejanos têm essa mania de prolongar as palavras. A história verídica a seguir é um relatório de testemunha ocular, que encontrei num diário muito antigo de um marinheiro português… O almirante, que tinha nascido[…]↓ Read the rest of this entry…