O mais importante princípio da democracia – penso eu – é o de “trias politica”, a separaçao entre os três poderes – o legislativo (parlamento), o executivo (governo e ministérios) e o judicial (tribunais).
Em Portugal no entanto, se a legislação, a execução da lei e a aplicação da mesma não fiquem rigorosamente na mesma mão, como é – segundo se diz – “a nossa tradição”, o país fica completamente fora de si – ingovernável